domingo, 20 de abril de 2014

viagem no tempo

 Sobre o dispositivo utilizado por Titor para se locomover no tempo, o C204 Gravity Distortion Time Displacement Unit, apenas alguns detalhes foram fornecidos. Sabemos que se trata de uma máquina complexa acoplada em um carro (um Corvette), como o conceito usado em “De Volta para o Futuro”.

A máquina envolve campos magnéticos, baterias, zonas de raios X e conceitos eletrônicos avançados. Titor até postou trechos de um manual de uso que ele trazia consigo – e quem o analisou disse que aquilo realmente fazia algum sentido.


Além disso, ele alerta que alguns eventos descritos por ele podem não acontecer. Essa concepção clássica da ciência diz que, ao viajar para o passado e alertar a humanidade, Titor criou duas linhas do tempo, sendo uma delas a original (vivida por Titor) e a outra paralela (criada após a viagem no tempo).

 

Segue abaixo fotos tiradas por John Titor da Máquina do Tempo: 

 



E o John Titor ainda divulgou fotos do painel de controle da sua máquina do tempo! Titor se disse militar em serviço em uma futura base do Exército Americano a ser localizada em Tampa, Flórida, no ano 2036. Revelou também que a sua máquina tanto podia percorrer o passado quanto o futuro, sendo que as viagens ao futuro despenderiam consideravelmente menos energia do que para o passado. Algo que também tem bastante lógica. 



Aqui, um close do estranho painel da máquina temporal. Note-se que, bem à frente dela, parece estar situado uma espécie de escudo protetor ou defletor, possivelmente de ondas. No seu manual, que veremos mais abaixo, está descrito que a C204 é "uma massa estacionária de deslocamento temporal movida por dupla singularidade, produzindo uma compensação padronizada sinoidal tripla, capaz de operar para 10 elevado à trigésima nona potência (!!!) de destinos situados a partir do seu ponto de origem". Algo verdadeiramente complexo e situado para muito além da nossa atual compreensão! 

Aqui, uma foto "made by John Titor", mostrando também a cabine de comando da sua unidade do tempo. Segundo ainda revelou, a primeira máquina do tempo será finalmente construída em 2034 sendo denominada "GE C204 UNIDADE DE DISTORÇÃO DE GRAVIDADE", baseada no princípio da criação demicrosingularidades. Esta seria ainda um modelo inicial e precursor, capaz de viajar 10 anos por hora mediante a utilização de 100 por cento da sua força. Para o viajante no seu interior, a sensação seria como se estivesse em um elevador em ascensão. No exterior, porém, o veículo parece se acelerar conforme a luz que, por sua vez, tenderia a se inclinar. Depois disso, tudo se torna totalmente escuro na parte externa sob o ponto de vista do piloto até que o veículo seja desligado.

Mais alguns detalhes do interior da nave temporal.

Outra foto da cabine da GE C204 do ano 2036! Tudo poderia parecer um tanto ou quanto "antiquado" para um futuro, porém devemos lembrar que essa seria uma nave precursora, a primeira a ser empregada nessas atividades. Além do mais, o mundo estaria em recuperação após uma guerra nuclear. Por outro lado, o ano 2036 não está assim tão longe da nossa época, são apenas umas poucas décadas, e certamente depois dele inúmeros progressos muito mais fantásticos advirão no que tange ao aperfeiçoamento dessa tecnologia.
E o prudente John Titor não se arriscava a andar desarmado nas suas "andanças" através do tempo. Também exibiu a foto da sua estranha arma militar do futuro, sempre presente e pronta para entrar em ação na cabine da sua nave temporal ! 

E aqui, a tal arma do futuro devidamente rotacionada, ampliada e também colocada em negativo para melhor visualização. De fato, não se parece com nada conhecido no nosso tempo! Repare no acionador (ou o que seria o substituto de um gatilho) vermelho, muito semelhante aos usados nas modernas bazucas ou nos lançadores portáteis de pequenos mísseis.


Sem qualquer dúvida, o estranho caso John Titor não parece ter se tratado de uma simples brincadeira! É tudo muito técnico e muito avançado, convincente em demasia. Acima, você vê a capa do manual operacional da sua máquina temporal C204, com a respectiva data de emissão em 21 de março de 2034.

Aqui, no conteúdo desse manual, as especificações de performance da C204: peso; dimensões; relógio principal; singularidades de direção; singularidades de controle; penetrações de onda; alcance; carregamento de peso e dimensões centradas de carregamento. Note-se o ítem WAVE PENETRATIONS (Penetrações de Onda): a 100% de força = 10 anos por hora; 75% = 6.2 anos/hora; 50% de força = 3.4 anos/hora e VGL (?) 240 segundos. E como se pode notar ao pé do documento, John Titor também se tornou objeto de culto nos EUA, uma vez que até mesmo foi criada uma fundação para pesquisar o estranhíssimo caso! (© The John Titor Foundantion, Inc).

"John Titor se foi para o ano 2036", "John Titor esteva aqui" - estampam essas camisetas que até hoje fazem grande sucesso nos EUA, atestando assim a grande repercussão que o estranho caso teve, principalmente na comunidade da Internet.

Acima, as descrições técnicas gerais da nave temporal de John Titor. Dentre as suas especificações mais notáveis e reveladoras, podemos destacar: - "PROCEDIMENTOS DE EMERGÊNCIA: A C204 é equipada com um sistema automático de retorno à origem que se acopla à detecção de flutuações de força, erros de VGL ou parada de emergência efetuada pelo piloto. A unidade é também equipada com um sistema de supressão de incêndio. A unidade de autodestruição é controlada pelo piloto. As singularidades automaticamente evaporarão mediante um comprometimento no campo de refreamento....." (o restante da frase foi inexplicável e propositadamente suprimido). Porém, alguns especialistas conseguiram "enxergar" aquilo que - bastante sinistro - foi suprimido e que especificaria exatamente isso: - Uma explosão nuclear equivalente a 2 megatons será detonada ao processo de evaporação" . (© The John Titor Foundantion, Inc) 

 Mapa detalhado de um dos computadores principais do Dispositivo Temporal.

Além disso, os diversos diagramas técnicos eram muito bem detalhados. 

Diríamos, muito bem detalhados até em demasia para se tratar de uma simples fraude ! 

Quem quer que tenha elaborado esse manual era certamente um gênio em Física, MAS CERTAMENTE UM GÊNIO NÃO DA NOSSA ÉPOCA ! 




E quanto ao nosso futuro imediato, o que teria revelado John Titor? Em 2012 um sério conflito social nos EUA se tornará pior, durante o qual haverá um êxodo das populações para regiões mais afastadas, em detrimento daqueles que decidirão permanecer nas cidades perdendo, porém, os seus direitos civis em nome da "segurança". Tudo isso culminando em uma curta guerra nuclear em 2015. Uma doença agora denominada "O Mal da Vaca Louca", progredirá sem controle no futuro, sendo conhecida como CJD (Creutzfeldt-Jakob Disease], tornando-se então devastadora. 

Nessa época, ninguém deverá ingerir carnes a não ser que os animais sejam criados e os seus derivados produzidos por si próprios. Da mesma forma, não se usarão produtos de quaisquer tipos de animais fracionados ou em partes. Titor em 2001 predisse ainda que a China colocaria um astronauta em órbita, o que efetivamente veio a acontecer em outubro de 2003. Predisse também que em pouco tempo os fundamentos da viagens no tempo seriam desvendados. De fato, algum tempo depois os cientistas da CERN (European Center for Nuclear Research), baseados na Suiça, conseguiram produzir através de um processador de átomos e da aceleração de partículas a criação de minis-buracos negros, o mesmo tipo de "singularidades" utilizado pela nave temporal de Titor! 

Revelou também que não seriam descobertas armas nucleares no Iraque após um atentado nos EUA - o que realmente ocorreu após o episódio do World Trade Center em setembro de 2001, culminado com a invasão daquele país pelos EUA. Disse que o (então) futuro Presidente dos EUA em 2005 (Bush) seria dotado de políticas desastrosas que afrontariam os direitos constitucionais e ainda perguntou - Do you really think your government is telling you the truth? What proof do you have of any of that? (- Vocês realmente pensam que o seu governo está dizendo a verdade. Que provas têm disso?). Titor previu ainda sérios conflitos futuros que ocorrerão entre os EUA e a China, como também prudentemente se declarou decepcionado com o materialismo do nosso tempo e que CERTAS OUTRAS COISAS SOBRE O NOSSO FUTURO NÃO DEVERIA REVELAR. 

O estranho episódio do "Viajante-Zero" se encerrou então com a sua partida em 2001, segundo revelou de volta ao seu tempo, o ano 2036. Tudo isso teria sido uma simples fraude, meramente uma impostura? Se esse foi o caso, terá sido uma fraude muito bem feita! A experiência, porém, nos ensina que jamais devemos duvidar de coisa alguma. Principalmente quando temos diante de nós algo que é, de fato, muito estranho, muito convincente, muito lógico em demasia para se tratar de uma simples fraude!